06 DICAS PARA CONVIDAR OS PADRINHOS DE CASAMENTO

Todo casal “vive” um verdadeiro drama quando o assunto é Padrinhos de Casamento, né? Quem convidar? Quantos? Em que tempo? Pedir ou não presente? Enfim… Mil e um  questionamento nessa hora! Mas calma aí que tô chegando com socorro pra você! Listei seis dicas para convidar os padrinhos de casamento com algumas das questões mais “tenebrosas” no assunto e tenho certeza que vão lhe ajudar!

COM QUANTO TEMPO DE ANTECEDÊNCIA DEVO CONVIDAR OS PADRINHOS DE CASAMENTO?

Não uma regra que estabeleça esse tempo. Normalmente, os noivos começam a organizar o casamento com um ano ou um ano e meio de antecedência. No entanto, o convite para as pessoas que serão madrinhas e padrinhos de casamento não necessariamente precisam ser feito com tanta antecedência assim. Porém, aconselho que, em conversa informal, essa intenção já seja sinalizada com toda essa antecedência sim! Os padrinhos são convidados diferenciados e como tal, precisam se programar mais que os outros convidados, tanto financeiramente quanto cronologicamente, para que não aconteça que, por falta de planejamento, a pessoa que você tanto ama já tenha uma viagem para o exterior agendada para o mesmo período de suas bodas e, por motivo de força maior, tenha que recusar um convite tão mágico, entende? Então, de forma bem leve, converse com as pessoas que vocês já escolheram para padrinhos e, entre seis e três meses, oficialize essa intensão.

OS PADRINHOS DE CASAMENTO DEVEM SER CASADOS OU PODEM SER SOLTEIROS (SEM RELACIONAMENTO AFETIVO)?

 

Muita calma nessa hora! O “ideal” são casais casados. Não apenas pelo fato de serem casados, mas também porque conhecem a vida a dois e a convivência mútua. Isso pode ajudar vocês quando necessitarem de conselhos ou apoio. Mas nem sempre a situação “perfeita” é possível, concorda? Então… Pode ou não convidar pessoas solteiras para serem padrinhos de casamento? A resposta é sim! Porém, algumas regras de boa convivência devem ser observadas. Por exemplo: Convide amigos solteiros que tenham ao menos um leve laço de conhecimento entre si porque sem nenhuma afinidade pode gerar constrangimento para uma das partes. Outro ponto a ser observado é que os solteiros devem estar sem nenhum comprometimento com outros porque é bem deselegante convidar um rapaz que já está namorando sério com uma pessoa e que estará no altar com outra (e o contrário também é deselegante), concorda? Mesmo que você queira muito um primo querido com sua melhor amiga, veja se ambos estão livres (amorosamente falando) ou se, estiverem em um relacionamento, tenha certeza que o par está em comum acordo com essa situação para não desencadear uma sucessão de mal entendidos, tá?

DEVO FAZER ALGO ESPECIAL PARA CONVIDAR OS PADRINHOS?

Dever não deve, mas é de bom tom. Não há obrigatoriedade no convite para os padrinhos. Na verdade, para ninguém e em nenhum momento, mas fica tão elegante quando o casal convida os padrinhos de forma oficial levando um convite personalizado e um mimo pra os padrinhos, né? Demonstra carinho, amor, respeito… Um simples gesto e pronto! Você pode, inclusive, fazer um Happy Hour ou um outro momento de descontração para oficializar esse convite, viu? Dependendo do grau de amizade com seus padrinhos de casamento, fica muito legal reunir todos em um único lugar e, de surpresa dizer: Hoje eu reuni vocês para dizer que amo todos e que vocês serão nossos padrinhos de casamento”. Uhuuuu! Já pensou que bacana isso? Que efeito de euforia e agradecimento esses padrinhos e madrinhas vão sentir? Mas deixo claro, mais uma vez, que isso são apenas sugestões. Nada é obrigatório.

QUANTOS PADRINHOS DEVO CONVIDAR? TEM QUE SER NÚMERO PAR?

 

Quantos? O número que desejar! Pessoas amadas, especiais e que acompanharam sua história devem estar em lugar de destaque nesse grande dia. Não existe um número ideal para os padrinhos de casamento, vai depender do círculo de amizade de vocês. Aconselho que seja os próximos, queridos, respeitados e equilibrados que conhecerem, mas nada impede que convidem o mais “louco” da turma! Quanto a ser par ou ímpar o número de padrinhos… até pode ser ímpar, mas aí aconselho a fazer uma plaquinha “brincando” um pouco com essa situação porque a pessoa que entra sozinha no cortejo da igreja pode se sentir tímida, deslocada e desconfortável com a situação. Sempre que possível, pares.

POSSO SUGERIR COR DO VESTIDO DAS MADRINHAS E DO TERNO DOS PADRINHOS?

Sim, claro! Por que não? Sendo bem prática e objetiva: de todo jeito, padrinhos e madrinhas vão alugar, comprar ou fazer uma roupa sob medida para o casamento, certo? Então, não custa nada executar essa tarefa nas cores sugeridas pelo casal de noivos, concorda? Na verdade, é um jeito tão lindo de colaborar com o sonho desses noivos… Só que, nesse caso, o casal deve oferecer de um jeito criativo, a paleta de cores.

POSSO DIZER O QUE QUERO GANHAR DE PRESENTE?

Sabe aquela frase bíblica onde diz: “Tudo posso, mas nem tudo me convém” (I Coríntios, 6)? Pois… Aplica-se perfeitamente a esta situação. Poder até pode, mas não é nada educado. Primeiro que a deselegância já começa quando convida alguém pensando no presente, né? Isso não existe! O convite deve ser feito por amor, admiração, respeito… Porque aquelas pessoas são, de fato, especiais para o casal de nubentes, não porque são ricos e podem dar um presente melhor (o que, na maioria das vezes nem acontece). Agora… Se o padrinho ou madrinha chegar até você e perguntar o que vocês gostaria de ganhar… A história muda! Quando acontece uma questão dessa natureza é porque esse padrinho ou madrinha que lhe presentear com algo útil, necessário para a nova casa de vocês. Então, gentilmente, você pode conversar com eles e “listar” algumas coisas que estão precisando, compreende?

E para fechar o assunto, lembre-se de todas as dicas acima antes de escolher seus padrinhos de casamento e esqueça de todas, se desejar! Afinal, o casamento é seu e as regras são suas! Mas aconselho seguir, tá? Beijo grande no coração e sucesso com os padrinhos do seu casamento!